IPVA 2020: COMEÇA A VENCER PRAZO PARA CARROS COM PLACAS DE FINAL 1 E 2

Proprietários de veículos também devem quitar, junto com a primeira parcela ou com a cota única, a taxa do seguro DPVAT


Começa a vencer nesta segunda-feira (13) o prazo para pagamento da primeira parcela ou da cota única do IPVA 2020 no caso dos motoristas cujos veículos possuem placas com final 1 ou 2. A escala para quitação do imposto continua diariamente até 17 de janeiro, quando vencerá o prazo para automóveis ou motocicletas com placas terminadas em 9 ou 0.

 

Se o motorista optar por saldar a dívida total à vista, terá direito a um desconto de 3% sobre o valor do imposto. A dedução automática também é oferecida àqueles proprietários que quitaram em dia as obrigações referentes a seus veículos nos últimos dois anos – 2018 e 2019. Os motoristas que preferirem parcelar o pagamento terão que fazer isso em três parcelas, com vencimentos também para os meses de fevereiro e março.

Veja a escala:

O pagamento do IPVA deve ser efetuado nas instituições credenciadas (como Banco do Brasil, Caixa Econômica Federal, Correios, Itaú, Sicoob, Bradesco, Mercantil do Brasil, Santander e Caixas Lotéricas). Para isso, os proprietários precisam ter em mãos o número do Renavam do automóvel ou da motocicleta.

Além dos pontos citados, o pagamento também pode ser efetuado nos terminais de atendimento das agências ou até mesmo pela internet. Também é possível emitir a guia para quitação no site da Secretaria de Estado da Fazenda ou pela página do Detran-MG.

Fora a quantia estabelecida por cada carro, o proprietário também deve quitar o Seguro DPVAT junto à cota única ou à primeira parcela. Neste ano, será cobrado R$ 5,21 para carros e R$ 12,25 para motos. A taxa de licenciamento anual para carros ficou em R$ 105,65 e pode ser paga até 31 de março.

Maior prazo para servidores

Na última semana de dezembro, o governador Romeu Zema (Novo) publicou um decreto prorrogando o prazo para servidores do Estado quitarem o IPVA. Todo o funcionalismo que não tiver recebido nenhuma parcela do 13° salário até 31 de dezembro está autorizado a pagar o imposto até 31 de março – e não até 19 de março, como para os demais proprietários de veículos.

O direito à prorrogação do prazo só é válido se o veículo estiver no nome do servidor, que também mantém o desconto de 3% se pagar o IPVA de forma integral até a nova data estipulada.

Fonte: LARA ALVES / O TEMPO

Comments

comments