Em Espigão do Oeste Prefeitura a través da SEMED firma parceria com Sebrae para implantar Educação Empreendedora nas escolas

Na última segunda feira 15/04 nas dependência do auditório do MP em Espigão do Oeste, aconteceu uma reunião com diretores das escolas municipais e o Prefeito Nilton Caetano junto com SEBRAE onde foi explanado sobre  metodologia do projeto a ser  implantado da rede municipal, a gerente Regional do Sebrae de Pimenta Bueno Elaine Satelis e o Analista Técnico Sebastião Oliveira falaram  da importância  do projeto na  vida  das crianças. Neste ensejo a Secretaria Municipal de Educação por meio da Prefeitura Municipal estará firmando parceria com Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), para a implantar na rede de ensino municipal, o Projeto Educação Empreendedora.

Neste projeto a iniciativa e buscar capacitar, desenvolver e estimular a cultura empreendedora dentro das escolas, trabalhando o comportamento, atitude e mentalidade empreendedora dos alunos, com o intuito de orientar plano de negócios, comportamentos empreendedores e práticas sustentáveis em crianças e adolescentes.

O diretor do Sebrae de Rondônia Daniel Pereira, esteve visitando nosso município apresentando programa em reunião no gabinete do Prefeito explicou como este programa atua com o ensino fundamental podendo ser estendido para o ensino médio ao decorrer do programa.

“O programa atua com algumas soluções para o ensino médio e fundamental mais dar andamento ao projeto em Espigão do Oeste com apenas o fundamental. Ele vem de forma lúdica que dá, noções de empreendedorismo, ética, práticas sustentáveis, levando a cultura do empreendedorismo para dentro das escolas. O principal benefício é trabalhar os comportamentos e atitudes empreendedoras para que estes jovens possam ter, lá na frente, uma oportunidade no mercado, se diferenciando dos demais”, explicou Daniel Pereira.

No ensino fundamental será praticado o projeto ‘Jovens Empreendedores Primeiros Passos’ (JEPP), em que os professores recebem a capacitação necessária para desenvolver junto aos alunos as atividades em sala de aula, atuando como facilitadores e estimulando os alunos a desenvolver os comportamentos empreendedores através da constituição de empresa, cada ano com uma temática. O programa é tem em média duração de seis meses.

A capacitação dos professores já prevista.  O programa deve ser aplicado com os alunos no início do segundo semestre de 2019. No final do ano, as turmas que participaram do projeto, montam uma feira, na qual expõem e comercializam os produtos que desenvolveram.

A metodologia será aplicada em três dias ao professores, com palestras ministradas por técnicos do Sebrae, onde os alunos poderão apreender e desenvolver o empreendedorismo.

“O intuito é oportunizar aos nossos alunos uma visão econômica, financeira e quem sabe a longo prazo, eles já viabilizarem um negócio, uma pequena renda. E nosso município precisa de pessoas que acreditem no próprio potencial e, esse é o foco da educação empreendedora, que eles possam empreender algo para si para sua família. Isso leva a população a não ser alto dependente de outros seguimentos sociais, porque cria estratégias e oportunidades para ser autônomo. A ideia tem dado certo em outros municípios e nós temos que trabalhar em sintonia com grandes centros e, nada melhor do que começar na base que é nossas crianças”, comenta o secretário de Educação Vilsom Macedo.

Fonte: DECOM/SEBRAE

Comments

comments