Anderson do Singeperon solicita obras de recuperação em estradas

image-1-620x330Vicinais de Porto Velho, Buritis e Ji-Paraná foram citados pelo parlamentar ao Poder Executivo e DER

O deputado Anderson do Singeperon (PV) indicou ao Poder Executivo e ao Departamento de Estradas de Rodagens (DER), demandas para atender a capital e os municípios de Buritis e Ji-Paraná. Para Porto Velho, o parlamentar solicitou a recuperação e o asfaltamento da RO 005, conhecida por Estrada da Penal ou Linha 28 de Novembro. Segundo o deputado, a estrada, além dar acesso às unidades prisionais é o principal acesso da região para o escoamento dos produtores.

“As dificuldades da comunidade foram relatadas por vários representantes de associações, cooperativas e pelo Singeperon. Com o asfaltamento do trecho haverá melhor condições de trabalho tanto aos servidores quanto aos produtores, além de ser uma questão de saúde pública, pois a poeira causa doenças respiratórias”, justificou Anderson.

Em Buritis, o parlamentar indicou a necessidade de recuperação e asfaltamento da Estrada Projetada, na Linha União, NQ 7, KM 6, que dá acesso ao presídio do município. O acesso precário ressaltou Anderson, coloca em risco os agentes penitenciários que realizam as escoltas até o presídio. “O caminho é estreito e dificulta até no giro do volante das viaturas, o que aumenta os riscos para um possível resgate de presos”, destacou o parlamentar.

Singeperon

O deputado ressaltou que a estrada também é utilizada para o transporte e escoamento da produção agrícola pelos produtores rurais da região. A recuperação e o asfaltamento da Estrada de Nazaré, no setor rural de Ji-Paraná, também foram indicados pelo parlamentar. Ele explicou que a propositura visa atender reivindicação dos servidores públicos que trabalham nos presídios da cidade.

Segundo Anderson Pereira, servidores da Penitenciária Regional Dr. Agenor Martins de Carvalho, do Presídio Semi aberto de Ji-Paraná e da comunidade local relataram impossibilidade de um deslocamento adequado e seguro. “Em vários trechos os veículos que lá circulam precisam parar completamente, o que aumenta o risco de resgates de presos e emboscadas contra os transeuntes, por isso a necessidade de asfaltar a estrada”, concluiu o deputado.

Fonte: Assessoria

Comments

comments