Corpo em estado avançado de decomposição é identificado pela polícia

Cadáver foi achado no Distrito de Surpresa, já em estado de decomposição. Vítima era trabalhador rural.

O corpo de um homem de 37 anos, que foi encontrado por moradores da Linha 16 do Distrito de Surpresa, na Zona Rural de Guajará-Mirim (RO) na última terça-feira (2), foi identificado pela Polícia Técnico Científica (Politec).

Segundo a Polícia Civil, a vítima morreu há pelo menos quatro dias e estava em avançado estado de decomposição quando foi encontrada. O laudo que vai apontar a causa da morte deve ficar pronto em até 10 dias.A 1ª Delegacia Regional de Polícia Civil enviou uma equipe com um perito criminal para realizar os trabalhos periciais na quarta-feira (3) e trazer o corpo para ser enterrado no Cemitério Municipal Santa Cruz.

Com base em depoimentos de testemunhas, a perícia identificou o homem como o trabalhador rural Valtair Schereider, que era natural da cidade de Barra de São Francisco (ES) e morava na região há dois anos onde trabalhava em fazendas e sítios. Ele foi visto com vida pela última vez no dia 29 de dezembro e desde então estava desaparecido.

Na manhã desta quinta-feira (4), o G1 entrevistou o perito Isaac McComb, que foi até a localidade fazer os trabalhos periciais. Ele explicou que a princípio o corpo não apresentava sinais de violência e a polícia trabalha com a possibilidade de morte natural, porém, o caso está sendo investigado para apurar se houve homicídio.

“Os moradores informaram que a vítima fazia uso de drogas e constantemente de bebidas alcoolicas, então ele pode ter tido um mal súbito, o que ocasionou uma morte natural. A possibilidade de crime está sendo investigada, mas não havia nenhum ferimento no corpo ou sinal de luta corporal, no entanto nenhuma hipótese foi descartada ainda”, disse McComb.
De acordo com a Polícia Civil, uma investigação está sendo feita para localizar os familiares da vítima e comunicar sobre a morte, já que o homem não tinha parentes em Rondônia.

Comments

comments