Polícia Civil devassa Prefeitura de Ouro Preto e empresas e imóveis de Alex Testoni; dois são presos

A Polícia Civil de Rondônia e o Ministério Público do Estado cumprem mandados de busca e apreensões e de prisões em Ouro Preto do Oeste, como parte da Operação “Erga omnes”, que investiga supostos crimes praticados na gestão do ex-prefeito Alex Testoni, que foi levado para depor.

A sede da Prefeitura e empresas de Testoni foram fechadas pela Polícia. O ex-chefe de gabinete de Testoni, Moizaniel Pereira Niza foi preso, assim como Rodrigo Guerreiro, seu ex-assessor político.

Os mandados foram expedidos pelo juiz Rogério Montai de Lima. O magistrado autorizou as prisões de Moizaniel e de Rodrigo Mota, e negou os pedidos de prisão de Alex Testoni e de Crescêncio Junior, ex-assessor de imprensa.

Comments

comments